Lucy Montoro

Central de atendimento (13) 3278 0400

Fale conosco - SAU (13) 3278 0411

SUS Logo

Muita ATENÇÃO para esta situação, pois trata-se de um GOLPE!

.

Precisa de atendimento?

Entre em contato com nossa central de vagas pelo telefone (11) 5180-8013

Lucy Montoro – Santos

Navegue no site e saiba mais sobre nossos serviços

Rede de Medicina de Reabilitação

Conheça o trabalho e a história deste serviço

Cartilha de Orientações aos pacientes

Acesse as informações e saiba mais sobre o atendimento em reabilitação

Agende sua consulta

Critérios de Elegibilidade

Programa de Reabilitação em Regime Ambulatorial

 

  • Diagnóstico definido (encaminhamento médico com letra legível, assinado e carimbado);
  • Tempo de lesão menor que 2 anos;
  • Crianças com paralisia cerebral até 6 anos, 11 meses e 29 dias;
  • Estabilidade clínica, isto é, controle das doenças de base e acompanhamento médico em equipamentos da comunidade das mesmas (Diabetes Melitus, Hipertensão Arterial Sistêmica, Insuficiência Cardíaca Crônica, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, convulsões, doenças psiquiátricas, renais, pulmonares, cardíacas, oncológicas, infecciosas);
  • Ausência de toxicomania ativa;
  • Ausência de quadros demenciais ou de deficiência intelectual moderada ou grave;
  • Ausência de úlceras de pressão;
  • Apresentar retaguarda de transporte;
  • Apresentar retaguarda familiar ou social;
  • Realizar acompanhamento médico relacionado à causa da incapacidade na comunidade.

 

Programa de Reabilitação em Regime de Internação

 

  • Estabilidade clínica, isto é, controle das doenças de base (Diabetes, hipertensão, Insuficiência Cardíca e Doença Pulmonar Obstruriva Crônica);
  • Paciente maior de 12 anos;
  • Tempo de lesão menor que 2 anos;0
  • Ausência de febre no momento da internação;
  • Pacientes com Derivação Ventrículo Peritoneal: poderá ser solicitada comprovação de seguimento neurológico e relatório recente (2meses) de estabilidade neurológica estando descartadas novas intervenções cirúrgicas;
  • Ausência de infecções respiratórias, urinárias ou de outro sítio;
  • Ausência de dispositivos de ventilação mecânica e ou oxigênio terapia contínua;
  • Ausência de ostomias;
  • Ausência de hipersecretividade respiratória;
  • Ausência de Insuficiência renal crônica dialítica;
  • Crises convulsivas controladas (última crise há mais de seis meses);
  • Ausência de coma vigil;
  • Ausência de alteração cognitiva ou psiquiátrica grave;
  • Ausência de úlceras por pressão;
  • Hemoglobina > 9,0;
  • Albumina sérica > 3,0.

 

Observação:

 

Deverão ficar em isolamento de contato:

  • Todos pacientes com mais de 48 horas de internação em outro hospital (até coleta de SWABS preconizados pelo Serviço de Controle de Infecções Hospitalares);
  • Pacientes com diagnóstico de infecção por cepas multirresistentes.

Processo de triagem e admissão para programa de reabilitação

Para que o paciente tenha acesso ao processo de triagem para tratamento ambulatorial no Centro de Reabilitação Lucy Montoro - Santos, é obrigatório o encaminhamento do seu médico através do “Relatório para Central de Regulação”.

 

O “Relatório para Central de Regulação” deverá ser entregue na unidade ou encaminhado via e-mail diretamente para a Central de Regulação de Vagas da Rede Lucy Montoro.

 

O relatório será avaliado pela Central de Regulação de Vagas e, se aprovado, o paciente será convocado a Triagem Multiprofissional.

 

Na Triagem Multiprofissional, o paciente será avaliado por uma equipe de profissionais especializados, composto por médico fisiatra, psicólogo e assistente social, entre outros profissionais convocados quando necessário. Nesta fase, as dúvidas relativas a questões clínicas, sociais ou psicológicas do candidato e de seu cuidador deverão ser esclarecidas. Os candidatos eleitos para Programa de Reabilitação após esta fase serão convocados para Avaliação Inicial pelo Médico Fisiatra.

 

Os candidatos que não forem eleitos para Programa de Reabilitação, em qualquer destas etapas citadas, serão orientados e encorajados a procurar instituição adequada ao tratamento de sua patologia e/ou incapacidade, conforme disponibilidade de serviços de saúde em sua região.

 

Alguns dos parâmetros essenciais para o tratamento são baseados em critérios clínicos, psicoafetivos ou sociais.

 

Os fatores que definem a elegibilidade estão vinculados principalmente ao correto diagnóstico causal, às condições clínicas do paciente, que precisam estar controladas e acompanhadas por médico externo, como por exemplo, diabetes, pressão alta, desnutrição, convulsões, utilização de equipamentos de suporte respiratório, presença de ostomias (gastrostomia, colostomia, traqueostomia) entre outras.

 

As condições psicoafetivas e sociais também interferem na elegibilidade. É essencial que o paciente tenha um cuidador adulto, suporte de transporte público ou particular, tenha hábitos saudáveis como não fumar e não ingerir bebidas alcoólicas de forma abusiva, entre outros.

 

Para maiores informações entre em contato com a nossa Central de Regulação de Vagas através do telefone (11) 5180-8013 ou por e-mail: centralderegulacao@redelucymontoro.org.br.

 

 

Relatório para Central de Regulação

Clique aqui para efetuar o download.